Treinador Fernando Agostini considera bastante positivo o movimento dos profissionais em prol do futebol do interior gaúcho

Onze!Press Comunicação - Produção de Conteúdo Esportivo - CLIQUE AQUI

Sapucaia do Sul (RS) - O treinador Fernando Agostini, assim como vários profissionais do futebol do interior do Rio Grande do Sul, estão sem trabalho, desde quando chegou a pandemia do novo coronavírus ao Brasil, em meados de março. De lá para cá, os campeonatos foram cancelados, como a Divisão de Acesso, que emprega centenas de profissionais. "Este movimento que está se formando no futebol gaúcho, mostra também a união dos profissionais do futebol. Quero parabenizar os treinadores que estão a frente deste projeto, Fabiano Daitx, Paulo Porto, Cristian de Souza e o Fabiano Borba, pela iniciativa. Estamos juntos nesta batalha para que possamos ter um calendário melhor e maior", afirmou o treinador Fernando Agostini.

Treinador Fernando Agostini participou de reunião


Em função deste problema, profissionais do futebol gaúcho se reuniram na semana passada em Porto Alegre para debater sobre o futuro do futebol do interior. O movimento Todos Pelo Futebol Gaúcho surgiu através de uma necessidade de buscar soluções para melhorar as condições de todas as pessoas envolvidas neste processo. O movimento é propositivo e deseja contar com apoio da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) e dos clubes. O treinador Fernando Agostini também esteve presente no encontro. "Precisamos todos se unirem, profissionais, clubes e principalmente a Federação Gaúcha de Futebol, para aperfeiçoar a gestão do futebol nos clubes. No clube que possui uma boa gestão, o crescimento será gradativo. Estamos debatendo o futebol gaúcho, com respeito a Federação Gaúcha de Futebol e aos clubes. O futebol no interior vai voltar a ser forte", destacou o treinador Fernando Agostini, que comandou o Cruzeiro, de Cachoeirinha, nos três primeiros jogos da Divisão de Acesso deste ano.

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS DO TREINADOR FERNANDO AGOSTINI