Reunião entre CBF e federações não define prazo para o retorno dos estaduais

Encontro aconteceu por videoconferência na tarde desta terça-feira

Na tarde desta terça-feira, o presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Luciano Hocsman (foto), participou de videoconferência com a direção da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e demais representantes de federações para uma nova rodada de conversas sobre os rumos do futebol no país, especialmente a definição do estaduais. 



Cada federação terá autonomia

A conferência estabeleceu que cada federação terá autonomia para definir um protocolo específico com medidas a serem adotadas para a realização de partidas. O conjunto de ações deverá estar alinhado às orientações de órgãos governamentais e autoridades sanitárias no enfrentamento da pandemia de coronavírus. Nos próximos dias, a CBF se manifestará oficialmente acerca do período de retreinamento dos clubes e da definição do calendário para o restante da temporada.

Evitar previsões sobre o retorno dos estaduais

A CBF também pediu as federações que evitem falar sobre datas de previsão para o retorno do futebol no Brasil, para não gerar conflito ou criar expectativas. Mas a entidade trabalha com dois cenários: um mais otimista, com os estaduais retornando até metade de junho. O pessimista para julho e agosto. Mais uma vez, os dirigentes foram unânimes em primeiro retomar os Estaduais, usando até como um piloto, e depois dar início a disputa do Campeonato Brasileiro, com as 38 rodadas. 

Fontes: FGF e Globo Esporte
📷 FGF


CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS DA ONZE!PRESS COMUNICAÇÃO - PRODUÇÃO DE CONTEÚDO ESPORTIVO